Arreaza: ameaças dos EUA confirmam seu envolvimento no golpe de Estado na Venezuela

© REUTERS / Ueslei MarcelinoMinistro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, em Caracas, 8 de agosto de 2017
Ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, em Caracas, 8 de agosto de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos, ao ameaçar a Venezuela com o uso de força militar, confirmam estar à frente do golpe de Estado no país bolivariano, declarou o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza.

"Donald Trump confirma que ele está à frente do golpe de Estado, ele novamente ameaça usar a força militar, violando a Carta das Nações Unidas", afirmou Arreaza em sua conta oficial no Twitter.

Presidente dos EUA, Donald Trump, discursa durante uma sessão da Assembleia Geral, em Nova York, em 26 de setembro de 2018 - Sputnik Brasil
Trump confirma envio de militares americanos à Venezuela como 'uma das opções'
Ele também afirmou que a oposição venezuelana "é controlada por Trump".

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse neste domingo estar considerando a possibilidade de enviar um contingente militar para a Venezuela.

A Venezuela atravessa uma crise econômica e política que se agravou em 23 de janeiro, depois que o presidente da Assembléia Nacional, Juan Guaidó, se autoproclamou presidente "no comando" do país.

O chefe do Estado venezuelano, Nicolás Maduro, que assumiu o seu segundo mandato em 10 de janeiro, descreveu a declaração de Guaidó como uma tentativa de golpe e culpou os EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала