Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Mourão diz que Brasil pode 'adotar pequenas sanções' à Venezuela

© AP Photo / Andre Penner O vice-presidente Hamilton Mourão.
O vice-presidente Hamilton Mourão. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta quinta-feira (31) que o Brasil pode adotar "pequenas sanções" para aumentar a pressão para que sejam adotadas medidas sobre o agravamento da crise na Venezuela.

Ele reiterou que o Brasil não vai intervir na política interna do vizinho. Segundo ele, a possibilidade de bloqueio de bens de autoridades venezuelanas no Brasil "é uma solução que pode ser aventada".

Apoiadores do autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó, seguram bandeira enquanto participam de protesto contra o governo do presidente venezuelano Nicolás Maduro em Caracas, Venezuela, 30 de janeiro de 2019 - Sputnik Brasil
Governador venezuelano afirma que sanções americanas não paralisarão nação bolivariana
"Podemos adotar essas pequenas sanções, mas não vamos cruzar uma linha que a gente sabe como começa, mas não sabe onde termina", afirmou, ao destacar a posição do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

Mourão acredita que a solução para a crise venezuelana está próxima. De acordo com ele, a indicação do desfecho é a decisão de hoje da União Europeia que reconheceu o deputado federal Juan Guaidó como presidente legítimo da Venezuela e recomendou aos países da região seguirem o mesmo sentido.

Para o vice-presidente, a questão venezuelana só será resolvida quando "as Forças Armadas venezuelanas se derem conta de que não dá para continuar da forma como está".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала