Erupção de vulcão pré-histórico na Escócia teria contribuído para mudança climática

© AFP 2022 / STRVulcão Anak Krakatoa, Indonésia em 26 de dezembro, 2018 (imagem referencial)
Vulcão Anak Krakatoa, Indonésia em 26 de dezembro, 2018 (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Por volta de 56 milhões de anos atrás, a erupção de um vulcão pré-histórico, localizado onde hoje se situa a atual Escócia (Reino Unido), contribuiu para um drástico aquecimento global, segundo os cientistas.

O estudo sobre essa ocorrência, realizado por uma equipe científica internacional, foi publicado pela revista científica Scientific Reports.

Quando ocorreu o fenômeno, conhecido como Máximo Térmico do Paleoceno-Eoceno, as temperaturas da Terra aumentaram em oito graus Celsius. Contudo, hoje um possível efeito deste tipo, mesmo que seja quatro vezes mais fraco, ainda preocupa os cientistas.

Uma gota de água caindo de um iceberg na Groenlândia - Sputnik Brasil
Raiz do aquecimento global: gelo da Groenlândia está desaparecendo rapidamente
Através do estudo da composição química e estrutura das rochas encontradas nas Ilhas Hébridas Interiores, os cientistas determinaram que a erupção deu origem a uma delas, a ilha de Skye.

Essa é a primeira vez que um evento dessa magnitude foi confirmado em território escocês, apesar de vários vulcões já terem entrado em erupção anteriormente na região do Atlântico Norte.

A ocorrência foi comparada pelos pesquisadores com a erupção do vulcão Krakatoa na Indonésia em 1883, considerado um dos desastres mais destrutivos deste tipo na história da humanidade.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала