Deputado da oposição diz que uma pessoa morreu durante protestos em Caracas

Nos siga noTelegram
Uma pessoa, ainda não identificada, morreu na noite desta terça-feira (22) em Catia, um bairro localizado a oeste da capital venezuelana, Caracas, informou o deputado da oposição, José Olivares.

"Hospital Periférico de Catia recebe a primeira fatalidade devido a um projétil permutado por uma arma de fogo como resultado dos protestos em Catia", informou Olivares através da rede social Twitter.

Plenário da Câmara dos Deputados durante sessão para votação da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
PT, PSB e PSOL anunciam bloco de oposição ao governo federal na Câmara
Depois das 20:00, hora local, protestos começaram a ser reportados em vários setores da capital venezuelana, principalmente no oeste da cidade.

Em Catia, nas redes sociais havia relatos de um forte confronto entre manifestantes e forças de segurança.

Situação semelhante também é registrada no setor El Valle (sudeste), onde às 23h00, horário local (03h00 GMT), vizinhos relatam a presença de um contingente militar, que detonou gás lacrimogêneo para dispersar o fechamento de estradas.

Até agora, as autoridades venezuelanas não se basearam nesses fatos e o nome da vítima é desconhecido.

Os protestos na Venezuela começaram na madrugada de 21 de janeiro, depois que se soube que um grupo de soldados tomou o comando policial de Cotiza, um bairro popular no oeste de Caracas, para se levantar contra o governo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала