EUA e seu 'cassetete' de sanções

© SputnikCharge
Charge - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA tentam sair da Síria, mas suas tropas não a abandonam. Além disso, eles pretendem controlar a situação através de aliados na região e de sanções econômicas.

Mais cedo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertou no Twitter que "devastará economicamente a Turquia se ela atacar os curdos".

"Os EUA não estão saindo do Oriente Médio para nenhum lugar; o sinal para a Turquia também quer mostrar que Washington pretende controlar a situação no futuro e ameaçar com favorito 'cassetete' de sanções econômicas todos que decidiram que os americanos realmente estão saindo [da Síria]", destacou o senador russo Konstantin Kosachev, chefe do Comitê Superior de Relações Internacionais da Câmara da Rússia.

Em dezembro, Trump declarou a vitória sobre o Daesh e disse que retiraria cerca de 2.000 soldados dos EUA que estão atualmente na Síria. No entanto, ele prometeu que a luta da coalizão internacional liderada pelos EUA contra o terrorismo na região continuaria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала