Militares dos EUA e Estônia treinam juntos a combater a neve

© Sputnik / Stanislav SavelyevMilitares americanos durante a demonstração de material militar e armamento da OTAN
Militares americanos durante a demonstração de material militar e armamento da OTAN - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Soldados dos Estados Unidos e da Estônia estão passando por um treinamento de duas semanas no norte da Finlândia, para serem capazes conduzir operações de combate na neve.

As informações sobre os exercícios militares conjuntos foram divulgadas pela companhia estatal de rádio e televisão YLE.

"As Forças Armadas dos EUA e da Estônia praticaram esta semana combates em condições de inverno nevado no norte da Finlândia, em Sodankyla. Durante a instrução, os soldados aprendem, por exemplo, a sair de buracos no gelo em equipamento de combate completo e calçando esquis. Além disso, eles treinam várias técnicas de esqui. O curso de operações militares no inverno começa na segunda-feira [7] e dura até 20 de janeiro", destaca.

Vale destacar que os militares norte-americanos participam dos exercícios em Sodankyla desde 2014, enquanto os soldados estonianos tomam parte desse evento pela primeira vez. Assim, cerca de uma dúzia de soldados americanos e quatro soldados estonianos treinam técnicas de combate na neve, com temperaturas negativas.

Avião com bandeira da Ucrânia - Sputnik Brasil
Mídia americana considera Força Aérea da Ucrânia uma das piores do mundo
Juntamente com os estrangeiros, o treinamento abrange militares das forças de defesa e guarda fronteiriça da Finlândia, bem como reservistas finlandeses.

Ultimamente, políticos dos países bálticos vêm denunciando o alegado crescimento da "ameaça" russa. Em 2016, durante a cúpula da OTAN em Varsóvia, foi tomada a decisão de posicionamento de contingentes militares da Aliança na Letônia, Lituânia, Estônia e Polônia.

Por sua vez, Moscou desmentiu repetidamente essa "ameaça", afirmando que não pretende atacar nenhum país da OTAN, mas que a Aliança aproveita a desinformação para aumentar sua presença perto de suas fronteiras orientais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала