Avião militar chinês entra em zona de defesa aérea sul-coreana, diz mídia

© Foto / D. Myles Cullen / Departamento de Defesa dos EUA / Domínio PúblicoJato chinês J-11.
Jato chinês J-11. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um avião militar chinês entrou na zona de identificação da defesa aérea sul-coreana na quinta-feira (27), relata a agência Yonhap, citando o comitê conjunto de chefes de estado-maior da República da Coreia.

De acordo com a agência, mais tarde o Ministério da Defesa da Coreia do Sul chamou o adido aeronáutico da Embaixada da China em Seul, expressou seu forte protesto pelo ocorrido e exigiu que incidentes similares não se repetissem.

"Hoje às 10h21 (às 23h21 de quarta-feira no horário de Brasília), um avião militar chinês entrou na zona de identificação da defesa aérea coreana a noroeste da ilha de Jeju e saiu dela às 10h51 a leste da ilha de Ieo", diz o comunicado dos militares.

Caça chinês J-10 - Sputnik Brasil
EUA deveriam se preocupar com caças convencionais da China, alerta mídia
O avião voltou a entrar nessa zona na área de Pohang e permaneceu lá das 11h54 às 12h51 no horário local. Depois ele retornou à ilha de Jeju, entrou na zona de identificação de defesa aérea pela terceira vez às 14h14 e saiu após 45 minutos. Entretanto, não houve penetração no espaço aéreo da Coreia do Sul.

"Os militares sul-coreanos, a partir do momento da incursão hostil não identificada na área ao noroeste da ilha de Jeju, colocaram no ar com urgência um caça da Força Aérea e executaram as medidas táticas previstas nestes casos, tais como escolta, monitoramento e transmissão de uma mensagem de aviso", disse o comitê.

De acordo com Seul, o avião intruso era uma modificação do Shaanxi Y-9 destinada a voos de reconhecimento. O comitê refere que este incidente com a aeronave chinesa foi o oitavo neste ano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала