EUA pretendem frustrar fornecimento de sistemas russos S-400 à Turquia, diz analista

© Sputnik / Sergei MalgavkoSistemas de mísseis S-400 Triumph do regimento de defesa antiaérea na cidade russa de Teodósia, na Crimeia
Sistemas de mísseis S-400 Triumph do regimento de defesa antiaérea na cidade russa de Teodósia, na Crimeia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo dos EUA tenta frustrar o contrato entre a Rússia e a Turquia de fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos S-400 aprovando o fornecimento de mísseis americanos Patriot, para não perder a possibilidade de influir neste país-membro da OTAN, disse à Sputnik o especialista militar Igor Korotchenko.

Anteriormente, o Departamento de Estado norte-americano comunicou que tinha autorizado a possível venda à Turquia do sistema de mísseis Patriot e equipamentos relacionados no valor de 3,5 bilhões de dólares. A Turquia pediu autorização para comprar quatro conjuntos com 20 lançadores e 80 mísseis interceptores.

"É um plano sistemático de Washington: não admitir a realização do contrato de fornecimento pela Rússia dos sistemas de defesa antiaérea S-400 à Turquia, um país-membro da OTAN. Os EUA fazem tudo para influir sobre o presidente da Turquia Erdogan para ele anular o contrato com a Rússia sobre o fornecimento dos S-400", comentou Korotchenko.

Sistema de mísseis Patriot - Sputnik Brasil
EUA autorizam venda do sistema de mísseis Patriot à Turquia no valor de US$ 3,5 bilhões
Segundo o especialista, as mesmas razões motivam também a promessa de Washington de fornecer à Turquia um grande lote de caças F-35 e a alegada proposta de extraditar o teólogo turco Fethullah Gulen, inimigo de Erdogan e refugiado nos EUA, em troca da renúncia à compra dos sistemas russos S-400.

Além disso, o interlocutor da Sputnik sublinhou que nos sistemas Patriot exportados pelos EUA podem ser incorporados alguns programas que possivelmente serão ativados pelos EUA no caso de um conflito com a Turquia.

"Se as relações entre os EUA e a Turquia se deteriorarem, eles podem ativá-los por rádio e pôr fora do serviço todo o sistema de defesa antiaérea da Turquia, baseado no sistema Patriot. É um ‘Cavalo de Troia' e, por isso, o presidente turco Erdogan e seu generalato devem entender o perigo de comprar esses sistemas aos EUA", assinalou.

A notícia sobre a autorização de venda dos Patriot apareceu no contexto da tensão nas relações entre os EUA e a Turquia devido a uma série de questões, inclusive aos planos turcos de comprar os sistemas russos S-400, o que levou a ameaças do lado dos EUA de introduzir sanções contra Ancara.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала