- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Caracas desmente futuro chanceler brasileiro: Maduro foi convidado para posse de Bolsonaro

© ReproduçãoO presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) posa ao lado de seu futuro ministro das Relações Exteriores, o embaixador Ernesto Araújo.
O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) posa ao lado de seu futuro ministro das Relações Exteriores, o embaixador Ernesto Araújo. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo da Venezuela desmentiu neste domingo o futuro ministro das Relações Exteriores do Brasil, afirmando que, ao contrário do que havia dito Ernesto Araújo, o Brasil convidou, sim, para a posse de Jair Bolsonaro, em janeiro, o líder venezuelano, Nicolás Maduro.

No início do dia, o futuro chanceler publicou uma mensagem em seu Twitter falando sobre a decisão do futuro governo de não convidar Maduro para a cerimônia do próxima dia 1, em Brasília:

​Entretanto, mais tarde, o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, divulgou documentos na mesma rede social desmentindo a informação passada por Araújo e mostrando que o presidente venezuelano e sua equipe haviam, sim, sido convidados para o evento de posse de Bolsonaro.

​"Aqui podem ler as duas notas diplomáticas oficiais enviadas pelas autoridades brasileiras convidando o governo venezuelano e o presidente Nicolás Maduro a comparecer à posse de Jair Bolsonaro", escreveu Arreaza.

Ainda de acordo com o ministro venezuelano, apesar do convite, em nenhum momento Maduro considerou participar da posse de Bolsonaro:

​"O presidente Nicolás Maduro nunca considerou estar na posse de um governo como o de Jair Bolsonaro. Esta é a resposta oficial firme que enviamos para Ernesto Araújo através do Itamaraty no último 12 de dezembro."

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала