Peru perderia US$ 175,8 milhões por contrabando em 2018

Nos siga noTelegram
O contrabando geraria perdas de cerca de 175,8 milhões de dólares para o governo peruano neste ano, informou a Superintendência Nacional de Administração Aduaneira e Tributária (Sunat), segundo a agência de notícias Andina.

"O contrabando de mercadorias para este ano chegaria a 586 milhões de dólares", disse o gerente de prevenção de contrabando do Sunat, Giovanni Guisado.

Segundo o funcionário, a Sunat, entidade responsável pela arrecadação de impostos, estima que 30% do valor total do contrabando anual é o que o Estado deixa de receber como tributos.

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) posa ao lado de seu futuro ministro das Relações Exteriores, o embaixador Ernesto Araújo. - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Futuro chanceler anuncia que Brasil vai deixar Pacto Global de Migração
Assim, a perda fiscal estimada de acordo com a quantidade de contrabando anual é de 175,8 milhões de dólares.

Guisado ressaltou que um dos danos colaterais do contrabando é a informalidade no emprego, bem como o risco que representa para os consumidores a aquisição de produtos livres de toda regulação.

Por outro lado, a Polícia Nacional do Peru afirma que até o ano de 2018 houve 1.152 intervenções para contrabandistas, que foram apreendidas mercadorias no valor de 315 milhões de soles (94 milhões de dólares).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала