Butina concordou em se declarar culpada e cooperar com as autoridades dos EUA

© Facebook / Maria ButinaCidadã russa Maria Butina, presa nos Estados Unidos em 15 de julho de 2018 sob suspeita de espionagem
Cidadã russa Maria Butina, presa nos Estados Unidos em 15 de julho de 2018 sob suspeita de espionagem - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A cidadã russa María Butina concordou em se declarar culpada de acusações de conspiração e a cooperar com as autoridades norte-americanas, informou a imprensa estadunidense nesta segunda-feira (10), citando um documento que será apresentado ao tribunal.

Butina e um cidadão norte-americano não identificado admitiram que "conspiraram com um oficial do governo da Rússia (" oficial russo ") e com pelo menos uma outra pessoa para que Butina atuasse nos Estados Unidos seguindo as instruções do oficial russo sem notificar as autoridades norte-americanas.

O crime de conspiração é punido com até cinco anos de prisão, mas Butina poderia obter alívio por meio de sua cooperação com as autoridades, segundo o relatório.

O Ministério de Relações Exteriores da Rússia alegou que as acusações foram fabricadas e qualificou a continuação da detenção de Butina como inaceitável.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала