Coalizão saudita permitirá evacuação de houthis feridos do Iêmen

© AFP 2022 / MOHAMMED HUWAISMilitantes armados leais aos rebeldes houthis, Sanaa, Iêmen, 20 de junho de 2016
Militantes armados leais aos rebeldes houthis, Sanaa, Iêmen, 20 de junho de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A coalizão liderada pela Arábia Saudita anunciou que permitirá a evacuação de 50 rebeldes houthi feridos do Iêmen, informou a mídia local nesta segunda-feira (3).

Segundo a emissora Al Ekhbariya, os houthis feridos serão evacuados para a capital de Muscat, em Omã, para tratamento médico.

A decisão foi tomada por razões humanitárias, a pedido do enviado especial da ONU para o Iêmen, após consultas com o governo iemenita, acrescentou a emissora.

Casa destruída por bombardeio no Iêmen. - Sputnik Brasil
Pior crise humanitária do mundo: ONU busca intermediar fim da guerra civil no Iêmen
A guerra civil entre o governo do Iêmen e os rebeldes houthis eclodiu em 2015. O presidente do Iêmen foi forçado a fugir do país para a Arábia Saudita. A coalizão liderada pela Arábia Saudita interferiu no conflito para impedir o avanço do houthi no sul e vem realizando ataques aéreos desde então.

O conflito se intensificou este ano na região de Hodeida, o maior porto do Mar Vermelho do Iêmen, interrompendo as entregas de ajuda humanitária ao país e colocando metade de sua população em risco de fome.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала