Putin lamenta cancelamento de encontro com Trump e se diz 'disponível para manter contato'

© Sputnik / Aleksey Nikolski  / Abrir o banco de imagensO presidente russo, Vladimir Putin, e o presidente dos EUA, Donald Trump, durante uma reunião no palácio presidencial em Helsinque.
O presidente russo, Vladimir Putin, e o presidente dos EUA, Donald Trump, durante uma reunião no palácio presidencial em Helsinque. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Por meio do porta-voz oficial do Kremlin, o presidente russo, Vladimir Putin lamentou a decisão de Trump em cancelar a reunião agendada entre os dois líderes, se colocando à disposição para manter contato com o mandatário norte-americano.

"Lamentamos a decisão do governo dos EUA de cancelar a reunião planejada entre os dois presidentes em Buenos Aires… Isso significa que a discussão de questões internacionais e bilaterais seria adiada por um período incerto de tempo", disse Peskov. "Quanto ao presidente russo, Vladimir Putin, ele está disponível para manter contato com seu colega dos EUA", acrescentou o porta-voz do Kremlin.

Russian President Vladimir Putin and US President Donald Trump are seen here ahead of the group photo ceremony for the Asia-Pacific Economic Cooperation leader - Sputnik Brasil
Reunião entre Putin e Trump vai tratar de de diversas questões, diz assessor dos EUA
Enquanto isso, o embaixador russo nos Estados Unidos, Anatoly Antonov, disse que os Estados Unidos e a Rússia devem continuar o diálogo para preservar o tratado das Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF), fundamental para a segurança global.

"Nós ainda defendemos consultas contínuas com vistas a preservar o Tratado INF como um dos pilares da segurança internacional", disse Antonov na quinta-feira durante seu discurso na Universidade de Princeton.

Mais cedo, Donald Trump disse que decidiu cancelar uma reunião marcada com seu colega russo Vladimir Putin na cúpula do G20 na Argentina. O anúncio do presidente dos EUA aconteceu menos de uma hora depois que ele afirmou que era um "bom momento" para se encontrar com Putin, mas que tomaria uma decisão depois de receber um relatório completo sobre o incidente do Estreito de Kerch.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала