Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ainda mais avançado: Putin comenta ritmo de rearmamento da Rússia

© Sputnik / Valery Melnikov  / Abrir o banco de imagensPresidente russo, Vladimir Putin, visita a Academia Militar da Força Estratégica de Mísseis Pyotr Veliky, em 22 de dezembro de 2017, acompanhado pelo ministro da Defesa, Sergei Shoigu
Presidente russo, Vladimir Putin, visita a Academia Militar da Força Estratégica de Mísseis Pyotr Veliky, em 22 de dezembro de 2017, acompanhado pelo ministro da Defesa, Sergei Shoigu - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente russo, Vladimir Putin, disse que o ritmo do processo de rearmamento do Exército da Rússia está indo como deveria.

A Rússia está passando por um processo maciço de rearmamento, desativando armamento antigo da era soviética e substituindo-o por tipos modernos.

"Em geral, o ritmo estabelecido de rearmamento das tropas para armamento moderno está garantido, com atenção especial sendo dada, assim como antes, ao desenvolvimento de novos sistemas e complexos promissores que determinarão o futuro de nossas Forças Armadas nos próximos anos", disse Putin na terça-feira (20) em reunião dedicada a questões de defesa.

No início da reunião, o presidente observou que as principais diretrizes sobre defesa do Estado foram descritas no novo programa estadual de armamentos.

Linha Direta com o presidente russo Vladimir Putin, 7 de junho de 2018 - Sputnik Brasil
'Temos armas hipersônicas': Rússia dará resposta à saída dos EUA do Tratado INF, diz Putin
Segundo Putin, esse reequipamento do Exército permitirá resolver todo o complexo de tarefas futuras que têm as Forças Armadas da Rússia e, em primeiro lugar, permitirá preservar a paridade estratégica e segurança do país contra ameaças externas.

"De acordo com ele [o novo programa], até 2021 a parcela de armamento moderno no Exército e na Marinha deve ser de pelo menos 70%", disse o líder russo.

Putin lembrou que, para o ano em curso, através do Ministério da Defesa, recursos consideráveis foram destinados para a criação e produção em série de equipamentos militares, equivalentes a quase US$ 22 bilhões (R$ 85 bilhões).

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала