Navio polonês mais caro do mundo finalmente parte para testes (VÍDEO)

Nos siga noTelegram
Após mais de 17 anos, o navio patrulheiro Slazak partiu para seus primeiros testes no mar, buscando o comissionamento juntamente da Marinha polonesa.

A Marinha polonesa havia planejado a construção de até 7 corvetas chamadas na época de classe Gawron, ou seja, um derivado do projeto MEKO A-100 produzido pelo estaleiro Blohm+Voss na Alemanha.

O projeto foi iniciado em 2001, entretanto, sofreu diversos cortes de verba durante seu desenvolvimento, chegando a ser encerrado em 2012. Porém, um novo contrato foi assinado em 2013 para concluir o casco do navio. Com isso, seu comissionamento foi previsto para 2018 com a hipótese de prorrogação para 2019.

O novo projeto previa a construção de 5 corvetas, mas devido à perda de financiamento os planos foram alterados. O navio que é considerado o mais caro do mundo custou mais de 100 milhões de zloty polonês.

Parada militar no Dia do Exército da Polônia - Sputnik Brasil
Nova divisão de infantaria na fronteira da Polônia custará US$ 7 bilhões
Além dos atrasos ocasionados pelos cortes de verba, outro problema enfrentado foi a decisão pela configuração final do sistema de armas do navio, tanto é que, o único navio que foi concluído, será comissionado sem o armamento principal, segundo mídia.

O navio possui comprimento de 95 metros, largura de 13 metros e pode levar até 1.800 toneladas. Além disso, pode atingir uma velocidade aproximada de 30 nós e conta com um canhão de 76 mm Oto Melara, dois de 30 mm Oto Melara Marlin-WS, quatro lançadores de mísseis Grom e quatro metralhadoras de calibre 12,7 mm.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала