Encontrada mulher grávida em tumba que viveu há 3 mil anos no Egito

Nos siga noTelegram
O túmulo de uma mulher grávida que viveu entre 1750 e 1550 a.C. foi encontrado por uma missão ítalo-americana de arqueólogos na região de Kom Ombo, no sul do Egito, reportou o Ministério de Antiguidades do Egito.

Relata-se que a descoberta foi realizada na área da necrópole, local onde se enterrava os nômades que vieram para o sul do Egito há mais de três mil anos. 

Células de leveduras com mitocôndrias produzidas artificialmente - Sputnik Brasil
Cientistas 'ressuscitam' um dos mais antigos 'ancestrais' dos humanos
A mulher, que tinha cerca de 25 anos no momento em que morreu, estava no último período de gestação.

Foi indicado que a possível causa da morte teria sido por complicações no parto – uma lesão mal curada nos ossos pélvicos poderia ter provocado o falecimento.

Cestas, pérolas brutas e vasos de barro foram encontrados no túmulo, o que, segundo os arqueólogos, sugere que a mulher se dedicava à criação de joias.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала