Reveladas novas capacidades do caça russo Su-57

Nos siga noTelegram
A distância de decolagem do caça Su-57 será duas vezes menor do que a do Su-35, o que permitiria o seu uso a partir de pistas curtas sem dispositivos especiais, informou ao Zvezda Mikhail Strelets, diretor e projetista principal da Sukhoi.

"A aeronave deve poder pousar em uma pista curta sem dispositivos especiais. Não posso dar os números exatos devido ao sigilo, mas eles são duas vezes menores do que do Su-35", explicou o especialista.

Segundo o canal russo, uma das condições exigidas ao Su-57 é a possibilidade da decolagem e pouso em pistas curtas.

Modelo do sistema aéreo inovador para aviação de longo alcance (PAK DA) - Sputnik Brasil
Rússia inicia desenvolvimento de bombardeiro estratégico inovador
Em novembro, o canal publicou vários vídeos com o Su-57, destacando especialmente a passagem do caça em altitudes muito baixas e os testes das asas fabricadas em material compósito.

A distância de pouso do Su-35 com o peso de decolagem normal e usando equipamentos de frenagem é cerca de 600 metros. O cabo de desaceleração usado no porta-aviões Admiral Kuznetsov permite a redução da distância do Su-33, com massa de decolagem comparável à do Su-57, para 90 metros.

Em outubro, o coronel-general Viktor Bondarev, presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Senado russo, declarou que o potencial de modernização do Su-57 se prolongará por meio século. Em particular, "o caça tem todos as premissas para se tornar uma aeronave de combate completamente autônoma e não tripulada".

O primeiro voo do Su-57 foi realizado em 2010. O Ministério da Defesa da Rússia não planeja a compra da aeronave em série. Nos próximos anos, a entidade militar receberá um total de 12 desses caças.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала