Serviço Federal de Segurança russo detém chefes de células terroristas

© Sputnik / Igor Zarembo / Abrir o banco de imagensServiço Federal de Segurança da Rússia (foto de arquivo)
Serviço Federal de Segurança da Rússia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na república russa de Tatarstão foram detidos supostos chefes de células locais da organização terrorista internacional Hizb ut-Tahrir (proibida na Rússia e em vários outros países), comunicou nesta terça-feira (6) a assessoria do Serviço Federal de Segurança (FSB) da região.

De acordo com o FSB, os indivíduos detidos organizavam atividades anticonstitucionais no território russo, recebendo instruções de seus patrões do exterior. Eles seguiam a doutrina de criação de um Estado teocrático unitário, o assim chamado Grande Califado, que prevê, entre outros, a derrubada das autoridades legítimas, inclusive através de métodos terroristas. 

Agentes do Serviço Federal de Segurança (FSB) durante exercícios antiterroristas - Sputnik Brasil
Dois militantes do Daesh foram liquidados na República Russa do Daguestão
Além disso, os integrantes da organização recrutavam outros muçulmanos para integrar as unidades de combate da Hizb ut-Tahrir no Oriente Médio.

Durante as inspeções, os agentes do serviço encontraram literatura extremista de propaganda, bem como documentos com instruções de emissários e relatórios sobre os resultados da atividade. Além disso, foram apreendidos meios de comunicação e portadores de informação digitais.

Vale destacar que, há uma semana, o FSB no Tatarstão desativou uma célula terrorista conectada ao Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países). Os integrantes do grupo planejavam levar a cabo várias "provocações de grande escala" na Rússia e, em seguida, se juntar às forças do Daesh na Síria. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала