Erdogan planeja reunião com Putin e Trump em Paris

© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensPresidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e seu homólogo russo, Vladimir Putin, durante a cerimônia oficial de boas-vindas no âmbito da visita do presidente russo a Ancara, em 3 de abril
Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e seu homólogo russo, Vladimir Putin, durante a cerimônia oficial de boas-vindas no âmbito da visita do presidente russo a Ancara, em 3 de abril - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse neste sábado que pretende manter conversações com o presidente russo, Vladimir Putin, e seu colega norte-americano, Donald Trump, em Paris nos dias 10 e 11 de novembro.

"Espero que tenhamos a oportunidade de conversar com Trump, assim como com Putin em Paris, nos dias 10 a 11 de novembro", afirmou Erdogan, em durante uma coletiva de imprensa, na companhia do presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, que realiza uma visita oficial à Turquia.

O presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan durante encontro com seu homólogo russo Vladimir Putin - Sputnik Brasil
Erdogan diz que ordem para matar Khashoggi 'veio dos mais altos níveis do governo saudita'
As celebrações do Dia do Armistício serão realizadas no dia 11 de novembro na capital francesa. Um total de 80 líderes mundiais manifestaram a intenção de participar dos eventos organizados por Paris. Também se espera que Erdogan realize uma reunião bilateral com o presidente francês, Emmanuel Macron.

Ancara e Moscou assinaram um contrato de fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos S-400 em dezembro de 2017. As partes também acordaram a cooperação tecnológica no campo do desenvolvimento da produção destes sistemas na Turquia.

Os Estados Unidos e outros representantes da OTAN, da qual a Turquia faz parte, expressaram preocupações quanto à compatibilidade das armas de produção russa com seus sistemas de defesa, afirmando ainda que isso poderia dar à Rússia acesso às tecnologias do F-35, caso o avião seja sincronizado com os S-400.

Anteriormente foi informado que o Congresso dos EUA tinha a intenção de parar o fornecimento de aviões F-35 à Turquia por causa dos planos de Ancara de comprar os sistemas antiaéreos russos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала