Mídia: Clérigo conhecido como 'Pai do Talibã' é assassinado no Paquistão

© AFP 2022 / AAMIR QURESHIMaulana Sami ul-Haq, chefe da Defesa do Conselho do Paquistão, uma coalizão de cerca de 40 partidos religiosos e políticos, fala durante uma conferência de imprensa em Islamabad (arquivo)
Maulana Sami ul-Haq, chefe da Defesa do Conselho do Paquistão, uma coalizão de cerca de 40 partidos religiosos e políticos, fala durante uma conferência de imprensa em Islamabad (arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O estudioso religioso paquistanês e ex-senador Maulana Sami-ul-Haq, muitas vezes referido como o "Pai do Talibã", teria sido morto no Paquistão.

"Ele estava tentando chegar a um protesto em Islamabad, mas voltou para casa devido às estradas sendo bloqueadas. Ele estava descansando em seu quarto durante o tempo em que seu motorista/guarda saiu por 15 minutos. Quando o guarda retornou, encontrou Maulana Sami-ul-Haq morto em sua cama e seu corpo coberto de sangue", disse o filho de Sami, citado pelo canal de notícias paquistanês Geo.tv.

Pôster Talibã no Afeganistão - Sputnik Brasil
Rússia espera trazer o Talibã para negociações sobre o Afeganistão
De acordo com seu vice, Yousaf Sha, Maulana estava visitando a capital Islamabad nesta semana, mas detalhes adicionais sobre o assassinato não foram esclarecidos.

Haq era uma figura política e religiosa proeminente no Paquistão. Foi membro do Senado do Paquistão de 1985 a 1991 e novamente de 1991 a 1997. Ele era chefe da Darul Uloom Haqqania, uma das maiores e mais influentes madraças (equivalente islâmico aos seminários católicos) do país, localizada em Akora.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала