Temporais deixam ao menos 11 mortos na Itália

© AFP 2022 / MIGUEL MEDINAFoto tirada em 29 de outubro de 2018 mostra a Praça de São Marcos inundada durante alerta em Veneza
Foto tirada em 29 de outubro de 2018 mostra a Praça de São Marcos inundada durante alerta em Veneza - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Subiu para 11 o número de pessoas mortas pelos fortes ventos e chuvas torrenciais que vêm atingindo a Itália nos últimos dias, segundo informaram serviços de emergência e segurança do país.

Representantes do corpo de bombeiros, que coopera com outras autoridades para reduzir os efeitos da tormenta, disseram à Sputnik que já foram realizadas cerca de 8 mil operações desde o início das tempestades. Ao todo, são aproximadamente 6 mil bombeiros participando dessas operações. 

Devido aos estragos provocados pelo fenômeno, várias regiões italianas permanecem em alerta máximo. Cerca de 300 pessoas ficaram sem energia elétrica no Vêneto e na Ligúria. Além disso, o sistema nacional de transporte e as comunicações aéreas foram parcialmente suspensos por conta das chuvas. 

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, ordenou a mobilização de todas as forças do serviço nacional de defesa civil. O Ministério do Interior, por sua vez, propôs o fechamento de todas as instituições infantis e públicas, a fim de evitar mais vítimas. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала