'Agressão contra a Bielorrússia será considerada ataque à Rússia', diz embaixador

© Sputnik / Sputnik / Abrir o banco de imagensMilitares bielorrussos se preparando para exercícios conjuntos das Forças Armadas da Rússia e da Bielorrússia Zapad 2017
Militares bielorrussos se preparando para exercícios conjuntos das Forças Armadas da Rússia e da Bielorrússia Zapad 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em entrevista a uma televisão bielorrussa, o embaixador da Rússia no país, Mijail Bábich, afirmou que qualquer agressão ao território bielorrusso será considerada uma agressão direta à própria Rússia.

"Toda agressão contra a Bielorrússia será considerada um ataque à Rússia, com todas as consequências que derivam disso", afirmou o embaixador em entrevista à emissora Belarus 1.

O diplomata fez essas declarações ao comentar a possível criação de uma base militar dos EUA próxima à fronteira ocidental russa e bielorrussa, na Polônia.

Segundo Bábich, trata-se de um plano "alarmante que não deve ser menosprezado".

"Nós intensificamos os nossos esforços em função da situação, temos um entendimento total com nossos sócios bielorrussos, dispomos de um grupo regional de tropas e de todos os componentes necessários tanto para a defesa como para um ataque de resposta", assegurou o embaixador.

Mariusz Blaszczak, ministro do Interior da Polônia na época, fala com agentes da guarda de fronteira polonesa no centro de trânsito de refugiados perto da cidade macedônia de Gevgelija, em 24 de maio de 2016 - Sputnik Brasil
Polônia trabalha para aumentar número de militares na fronteira russa, afirma ministro
O diplomata salientou que Rússia e Bielorrússia são parte do acordo supranacional Estado da União  e são aliados que compartilham de "uma política militar conjunta que garante uma segurança absoluta aos nossos cidadãos", acrescentou.

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou recentemente após reunir-se com o presidente da Polônia, Andrzej Duda, que seu governo considera estabelecer uma base militar permanente em território polonês, e que está disposto a pagar "milhões de dólares" por essa instalação.

A chancelaria bielorrussa declarou que a criação de uma base permanente dos EUA na Polônia não favoreceria a estabilidade da região e que Minsk seguirá de perto esses planos para tê-los em consideração caso venham a se concretizar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала