EUA eliminam 60 militantes islâmicos na Somália em maior ataque aéreo do ano

© AFP 2022 / HO / Marinha dos EUAPorta-aviões norte-americano Dwight D. Eisenhower na Somália, 2007 (foto de arquivo)
Porta-aviões norte-americano Dwight D. Eisenhower na Somália, 2007 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Força Aérea dos Estados Unidos eliminou 60 integrantes do grupo terrorista Al Shabab em um recente ataque aéreo, realizado nas proximidades da cidade de Harardere, no sul da Somália, informou nesta terça-feira o Comando dos EUA para a África (Africom) em um comunicado.

"Em coordenação com o Governo Federal da Somália, as forças dos EUA realizaram um ataque aéreo contra os militantes do Al Shabab, nas proximidades de Harardere, Somália, no dia 12 de outubro de 2018", revelou o texto que também informou a morte de "aproximadamente" 60 terroristas. 

Militantes do Al-Shabaab - Sputnik Brasil
Exportações de carvão da Somália pelo Irã rendem milhões ao Al-Shabaab, diz ONU
O comunicado da Africom destacou que esse ataque "de precisão" foi o maior realizado pelas forças norte-americanas desde 21 de novembro de 2017, quando um ataque contra um campo de treinamento do Al Shabab liquidou praticamente 100 integrantes do grupo terrorista.

Africom especifica que, durante o ataque de 12 de outubro, nenhum civil foi morto.

Somália vive uma violenta guerra civil entre grupos armados e clãs locais desde o início da década de 1990.

O grupo Al Shabab, que jurou lealdade ao grupo terrorista Al Qaeda, tem realizado numerosos ataques em todo o país com a intensão de impor uma versão radical da lei islâmica xaria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала