Mercúrio expelido por submarino nazista pode criar 'Chernobyl subaquática'

Nos siga noTelegram
Mais de 60 anos se passaram depois de ser bombardeado pela Marinha britânica, mesmo assim, um submarino nazista naufragado continua espalhando medo na costa norueguesa.

Os destroços de um submarino alemão, destruído durante a Segunda Guerra Mundial, foram encontrados no fundo do mar norueguês a aproximadamente duas milhas de Bergen e estão causando problemas devido ao vazamento de mercúrio no mar através de 1.800 contêineres oxidados.

Submarino soviético Sch-317 - Sputnik Brasil
Expedição encontra submarino soviético naufragado em 1942 (FOTO)
Uma empresa alemã foi contratada pelo governo norueguês para enterrar o submarino alemão U-864 na areia por estar vazando elementos químicos tóxicos no mar, segundo o jornal The Daily Mail.

Cerca de quatro quilogramas de metal tóxico penetram nas águas anualmente, vindos de 2.400 toneladas de destroços de um submarino, localizado a aproximadamente 153 metros abaixo da superfície, o que está resultando em um alto nível de contaminação nos peixes, além de causar a proibição da pesca e utilização da área.

A empresa alemã terá a missão de eliminar a ameaça e a missão de um ano está prevista para ser iniciada no ano que vem. O processo que a empresa utilizará na missão já foi utilizado em torno de 30 vezes no passado para conter áreas contaminadas por mercúrio ao longo dos últimos 20 anos, segundo pesquisadores.

Os especialistas temem que, apesar destas medidas, mais de 60 toneladas de mercúrio ainda possam vazar do navio nas próximas décadas, transformando a área em uma "Chernobyl subaquática".

O submarino U-864 foi torpedeado por um submarino britânico em meados de 1945, enquanto estava navegando rumo ao Japão. Após receber e decodificar uma mensagem do submarino U-864, os britânicos dispararam quatro torpedos, afundando o inimigo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала