Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

China apela à comunidade global contra sanções unilaterais

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensMinistro das Relações Exteriores da China, Wang Yi (arquivo)
Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi (arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
A China apela à comunidade internacional para que resista a sanções unilaterais, que alguns países tendem a introduzir. O país ainda pede que se mantenham as soluções políticas nos conflitos, disse o Ministério das Relações Exteriores chinês nesta terça-feira (28).

A declaração foi feita através de um documento que ressalta o posicionamento do país para a próxima Assembleia Geral da ONU.

A 73ª sessão da Assembleia Geral da ONU começa em 18 de setembro, já o Debate Geral no alto nível terá início em 25 de setembro e durará nove dias úteis.

Tropas chinesas fora da nova base em Djibuti - Sputnik Brasil
Mídia: China inicia construção de base de treinamento no Afeganistão
"A comunidade internacional deve estar comprometida com a resolução política de questões de importantes, intensificar a diplomacia preventiva, apoiar os esforços de mediação da ONU e se opor à ameaça de força ou sanções unilaterais. O Conselho de Segurança, como o núcleo do mecanismo de segurança coletiva internacional, assume a responsabilidade primária pela manutenção da paz e segurança internacionais", afirmou o chancelaria chinesa nesta terça-feira (28).

Pequim destacou que os Estados membros devem abster-se de "contornar" a autoridade do Conselho de Segurança da ONU.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала