Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pai de Michael Cohen: 'Não sobrevivi ao holocausto para que Trump sujasse nosso sobrenome'

© AP Photo / Richard DrewMichael Cohen
Michael Cohen - Sputnik Brasil
Nos siga no
Michael Cohen, antigo conselheiro legal de Donald Trump, parece ter ouvido as palavras do seu pai.

Maurice Cohen, um sobrevivente polonês do Holocausto, pediu que seu filho fale a verdade sobre Trump, dizendo que ele não sobreviveu ao Holocausto para que Trump "sujasse" seu sobrenome, relatou o The Wall Street Journal, citando seu tweet agora excluído:

"Como filho de um sobrevivente do holocausto polonês, as imagens e os sons dessa política de separação familiar são de tirar o fôlego", disse Michael Cohen em um tweet desde então, antes de seu filho falar com o júri.

O então candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump, durante uma coletiva de imprensa na Trump Tower, em Nova York (arquivo) - Sputnik Brasil
Defesa de ex-advogado de Trump acusa presidente de incitação ao crime
As observações de Cohen no tribunal marcam a primeira vez que qualquer um dos ex-associados de Trump implicou o próprio presidente em um possível crime, embora o debate ainda esteja aberto quanto a se Trump poderia ser legalmente sujeito a processo.

Na terça-feira, Cohen expressou sua culpa por oito acusações de fraude financeira, incluindo violações de financiamento de campanha, supostamente pelo dinheiro pago a duas alegadas ex-amantes de Donald Trump para que se calassem durante as eleições de 2016.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала