Pastor de 'igreja das serpentes' recebe mordida mortal em pleno sermão (IMAGENS FORTES)

CC0 / Pixabay / Uma serpente
Uma serpente - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Cody Coots, pastor de uma congregação norte-americana que usa répteis venenosos em suas cerimônias, foi hospitalizado com emergência depois que de uma cascavel o ter mordido durante um culto, relata um jornal local.

De acordo com a edição Metro, o incidente, cuja data não foi especificada, ocorreu em uma igreja em Middlesboro (estado de Kentucky, EUA), quando Cody estava se dirigindo a seus fiéis com aquela perigosa serpente enrolada em volta do seu pescoço.

Depois de receber uma picada venenosa perto de orelha, a vítima continuou seu discurso mesmo com sangue saindo da ferida e manchando sua camisa. Foi só quando ele se sentiu enjoado que pediu aos seus fiéis para que o transportassem ao topo de uma montanha, onde Deus decidiria se ele deveria viver ou morrer.

Entretanto, um paroquiano, Big Cody, desobedeceu a essa ordem e levou o pastor para o hospital, onde os médicos salvaram sua vida e descobriram que ele tinha sido mordido alguns milímetros ao lado da sua artéria temporal e que tinha escapado da morte por pouco.

Cody explicou que "a maioria das pessoas que recebe uma mordida na cara morre em 5 ou 10 minutos" e relembrou que Jamie Coots, o pai de Cody, perdeu a vida "sete minutos depois" que outra cobra da mesma espécie o tinha mordido em 2014.

​As congregações como esta "igreja das serpentes" apareceram nos EUA há pelo menos um século e encontraram inspiração em uma citação bíblica: "Pegarão serpentes com as mãos; e, se algo mortífero beberem, de modo nenhum lhes fará mal, sobre os enfermos imporão as mãos e eles serão curados!" (Marcos 16: 17-18).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала