Ex-comandante da Marinha da Ucrânia propõe minar mar de Azov

© Sputnik / Vitaliy TimkivPonte da Crimeia em construção
Ponte da Crimeia em construção - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ex-comandante da Marinha ucraniana e vice-almirante Sergei Gaiduk, em entrevista à Rádio Gromadskoe, afirmou sobre a necessidade de colocar minas no mar de Azov.

De acordo com ele, "barreiras explosivas e não explosivas" colocadas no mar de Azov permitirão ao país evitar perdas devido à atividade dos navios militares russos, bem como proteger a Ucrânia de um potencial desembarque de tropas russas.

Para que os navios ucranianos não sejam atingidos por estas barreiras, Gaiduk propôs que estes naveguem em grupo, em rotas controladas pelos militares ucranianos.

Navio de mísseis ligeiro Mirazh da Frota do Mar Negro da Rússia em Sevastopol - Sputnik Brasil
Ucrânia reconhece ser vulnerável perante Rússia no mar de Azov
Além disso, o vice-almirante apelou a efetuar manobras militares no litoral ucraniano do mar de Azov para treinar a resistência a um possível desembarque de tropas russas.

As autoridades ucranianas, bem como vários comandantes militares, vêm afirmando que a Rússia está preparando uma "agressão" contra o país. Por exemplo, no ano passado, o general Igor Romanenko assegurou que, em breve, as tropas russas empregarão contra a Ucrânia submarinos e mísseis de cruzeiro. 

Kiev tem acusado a Rússia de "agressão" e interferência nos assuntos internos do país. Por sua vez, Moscou desmente todas essas acusações, destacando que a Rússia não está envolvida no conflito interno ucraniano e está interessada em que a Ucrânia ultrapasse a crise política e econômica.  

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала