É descoberta nova espécie de cobra extremamente venenosa (FOTO, VÍDEO)

CC BY 2.0 / Paul Balfe / Snake in the GrassCobra negra de barriga vermelha (imagem referencial)
Cobra negra de barriga vermelha (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma nova espécie de cobra extremamente venenosa foi descoberta no estado australiano de Queensland, contudo, cientistas estão preocupados que o réptil esteja em perigo de extinção.

O mais novo membro da família das serpentes bandy-bandy, da espécie Vermicella Parscauda, foi encontrado pelo biólogo Bryan Fry, da Universidade de Queensland, e sua equipe, na cidade de Weipa, perto das minas de extração de bauxita. O réptil estava descansando em um bloco de concreto. 

​​"A bandy-bandy é uma cobra escavadora, portanto, nós ficamos supressos ao encontrá-la em um bloco de concreto perto do mar", assinalou Fry ao jornal The Daily Mail, acrescentando que sua equipe estava procurando cobras marinhas na zona. 

"Depois de uma análise […] a bandy-bandy resultou ser uma nova espécie, visualmente e geneticamente distinta de todas já encontradas no litoral leste da Austrália e no interior", acrescentou. 

A bandy-bandy é uma cobra noturna, subterrânea, negra com anéis brancos, que geralmente se esconde debaixo de rochas e troncos e habita exclusivamente a Austrália. Além disso, é venenosa, advertem biólogos. 

Um caçador de cobras de Queensland, Brydie Maro, assegurou à The Daily Mail que o encontro com uma bandy-bandy pode ser fatal, e comparou a toxicidade de seu veneno com a da cobra negra de barriga vermelha. 

Píton (foto referencial) - Sputnik Brasil
Bom dia! Homem é acordado por cobra gigantesca que cai do teto (FOTO)
Até o momento, foram encontrados somente seis espécimes da cobra recém-descoberta. O professor Fry acredita que o réptil viva na área de mineração, e o fato pôs a espécie em perigo devido à extração excessiva de bauxita, principal fonte de alumínio no mundo. 

A espécie encontrada "é muito singular em relação com todas as outras bandy-bandys, e reforça o pouco que sabemos realmente sobre nossa biodiversidade e o muito que poderíamos estar perdendo devido a atividade econômica a curto prazo", ressaltou. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала