Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

UE amplia sanções econômicas contra a Rússia até 31 de janeiro de 2019

© Sputnik / Aleksei Vitvitsky / Abrir o banco de imagensTuristas e logo da União Europeia em Bruxelas, Bélgica
Turistas e logo da União Europeia em Bruxelas, Bélgica - Sputnik Brasil
Nos siga no
As sanções da União Europeia contra Moscou incluem três medidas independentes: restrições de visto contra cidadãos russos, sanções do setor econômico contra empresas russas e medidas restritivas contra a Crimeia.

A declaração oficial do bloco anunciou que as sanções serão aplicadas até 31 de janeiro de 2019.

Presidente dos EUA, Donald Trump, discursa em Ohio, em 29 de março de 2018 - Sputnik Brasil
Trump volta a atacar a OPEP e pede redução no preço do petróleo
Abordando a questão, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, disse que os líderes da UE perderam a chance de mudar suas relações com Moscou.

"Estamos considerando a decisão política tomada pelos chefes de Estado e governos da UE de prolongar as sanções unilaterais contra nosso país na área econômica e financeira como mais uma oportunidade perdida de repensar construtivamente a política externa da UE para a Rússia", disse Zakharova em uma entrevista coletiva.

Ela acrescentou que Moscou lamenta que os membros da UE continuem a vincular as relações entre o bloco e a Rússia ao estado dos acordos de Minsk sobre a colonização ucraniana, uma vez que é Kiev que está minando a paz no leste do país.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала