'Passo em frente colossal': revista norte-americana elogia novo submarino russo

© Foto / SevmashSubmarino nuclear russo do projeto Yasen-M (foto de arquivo)
Submarino nuclear russo do projeto Yasen-M (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os submarinos nucleares russos de quinta geração Khaski, cuja construção se iniciará no futuro próximo, seriam um passo em frente colossal em comparação com os submarinos que já estão em serviço do exército russo, assinalou a revista norte-americana.

Segundo The National Interest, o Khaski possui um número de características que poderiam tornar mais difícil sua detecção e tornar o submarino mais letal.

Exercícios das unidades de defesa costeira da Frota do Mar Báltico com sistemas Bastion em um polígono na região russa de Kaliningrado - Sputnik Brasil
EUA não estão errados sobre inquestionáveis capacidades militares da Rússia, diz analista
De acordo com a edição, a criação do submarino pode parecer pouco necessária, já que no momento a Rússia está construindo ativamente submarinos nucleares do projeto 885 Yasen.

Contudo, diferentemente de seus antecessores, o Khaski será dotado de armas hipersônicas, bem como de drones submarinos, um novo sistema de controle e assinatura acústica reduzida em duas vezes.

The National Interest destacou que a letalidade do submarino russo será assegurada pelo míssil Tsirkon, que no momento está passando por testes estatais. O míssil é capaz de atingir a velocidade de 7.350 km/h.

"Sua velocidade tornará difícil a detecção e intercepção do mesmo […] tornando-o três vezes mais rápido que os mísseis de geração anterior", assinalou a edição, frisando que além disso, o novo submarino russo será capaz de transportar mísseis de cruzeiro Kalibr.

USS John C. Stennis (CVN-74), um super-porta-aviões de propulsão nuclear norte-americano da classe Nimitz - Sputnik Brasil
Mídia americana diz o que pode acontecer se navios dos EUA se aproximarem de enclave russo
Enquanto isso, o custo do novíssimo submarino pode ser duas vezes menor que a do Yasen.

The National Interest destacou que, segundo várias fontes, o Khaski seria capaz de transportar submersíveis não tripulados Poseidon, destinados ao transporte de projetis nucleares até ao litoral de um potencial adversário, bem como a ataques contra objetivos de importância especial a partir de posição submersa.

A revista norte-americana enfatizou também a assinatura acústica "extremamente baixa" do submarino, que seria assegurada por meio de um amplo uso de materiais compósitos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала