Washington e Seul suspenderão manobras conjuntas se Pyongyang demonstrar boa fé

© AP Photo / Ahn Young-joonSouth Korean army soldiers conduct an anti-terror drill as part of Ulchi Freedom Guardian exercise, at the National Assembly in Seoul, South Korea
South Korean army soldiers conduct an anti-terror drill as part of Ulchi Freedom Guardian exercise, at the National Assembly in Seoul, South Korea - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos devem suspender os exercícios militares planejados para agosto com a Coreia do Sul, desde que a Coreia do Norte demonstre boa fé nas relações com Washington e Seul, segundo afirmou hoje a secretária de imprensa da Casa Branca.

"As conversas estão em andamento. Neste momento, desde que os norte-coreanos continuem a agir com boa fé, como vimos em Singapura, esperaremos essas coisas", afirmou Sarah Sanders em coletiva de imprensa, se referindo à pausa nas manobras Ulchi Freedom Guardian. 

Soldados sul-coreanos participam de simulação de combate ao terror como parte dos exercícios Ulchi Freedom Guardian (arquivo) - Sputnik Brasil
EUA e Coreia do Sul decidirão futuro de manobras conjuntas em julho
A decisão americana de suspender esses exercícios é uma resposta aos apelos de Pyongyang, que prometeu desnuclearizar a península coreana em troca de garantias de segurança. A mudança foi defendida pelo próprio presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, após seu histórico encontro com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, em Singapura, no último dia 12.

Por meio de nota, a porta-voz do Departamento de Defesa, Dana White, confirmou a interrupção do Ulchi Freedom Guardian. 

"Consistente com o compromisso do presidente Trump e de acordo com a nossa aliada República da Coreia, os militares dos Estados Unidos suspenderam todo o planejamento para os jogos de guerra defensivos desse agosto", disse White nesta segunda-feira. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала