EUA ameaçam responder a possível ofensiva de Damasco no sudoeste da Síria

© Sputnik / Mikhail Voskresensky / Abrir o banco de imagensSoldados do Exército Sírio em um BMD-1 no campo de refugiados palestinos liberados de Yarmouk, ao sul de Damasco
Soldados do Exército Sírio em um BMD-1 no campo de refugiados palestinos liberados de Yarmouk, ao sul de Damasco - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Departamento de Estado norte-americano fez uma declaração nesta quinta-feira prometendo dar uma resposta decisiva caso o Exército Sírio lance uma operação na zona de desescalada do sudoeste do país.

A diplomacia dos Estados Unidos pediu à Rússia que impeça o governo sírio de realizar uma ofensiva na região, ameaçando reagir.

O presidente sírio Bashar Assad durante um discurso em frente dos diplomatas, em 20 de agosto de 2017 - Sputnik Brasil
Cenário para libertação do sul da Síria ainda é incerto, afirma Assad
A Rússia, os EUA e a Jordânia concordaram em julho passado em estabelecer as chamadas zonas de desescalada nas províncias de Daraa, Quneitra e Suwayda, no sudoeste da Síria.

"Os Estados Unidos continuam preocupados com relatos de operações iminentes do governo sírio no sudoeste da Síria, dentro dos limites da zona de desescalada", declarou o Departamento de Estado. "Afirmamos novamente que os Estados Unidos tomarão medidas firmes e apropriadas em resposta às violações do governo sírio nessa área".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала