Maior ameaça à democracia norte-americana mora na Casa Branca, afirma político

© AP Photo / Andrew HarnikPresidente dos EUA Donald Trump olha pela janela da Casa Branca antes da entrevista com a Associated Press, Washington, 21 de abril de 2017
Presidente dos EUA Donald Trump olha pela janela da Casa Branca antes da entrevista com a Associated Press, Washington, 21 de abril de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um candidato ao Congresso dos EUA revela que hoje o país enfrenta a mesma ameaça que antes existia do ex-líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden.

No decurso da sua apresentação eleitoral, o candidato do Partido Democrata para Congresso dos EUA, Dan Helmer, declarou que o atual presidente do país, Donald Trump, representa a mesma ameaça à democracia norte-americana, que antes era representada por Osama bin Laden, ex-líder da Al-Qaeda (organização terrorista proibida em vários países, inclusive na Rússia), informa o jornal USA Today.

"Após o [atentado terrorista de] 11 de setembro, a maior ameaça a nossa democracia morou em uma caverna. Hoje, ela mora na Casa Branca. Ninguém, até mesmo um presidente, não pode estar acima da lei", declarou o candidato.

O presidente Donald Trump brinda com o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, em um jantar da Cúpula da ASEAN no Centro de Convenções SMX, em novembro de 2017 - Sputnik Brasil
Filipinas criticam relatório dos EUA que classifica Duterte como 'ameaça à democracia'
Dan Helmer propôs sua candidatura ao cargo de delegado no Congresso dos EUA e representa o 10º distrito eleitoral do estado da Virgínia. As eleições ocorrerão em 12 de junho.

Osama bin Laden morreu em 2 de maio de 2011 em Abbottabad, Paquistão, durante uma operação especial norte-americana após uma caçada de 10 anos que foi iniciada como resposta aos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, que mataram cerca de 3 mil pessoas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала