Pais ameaçam queimar escola sul-africana invadida por cobras

Nos siga noTelegram
Uma escola da província KwaZulu-Natal (África do Sul) está enfrentando revolta popular, desde que um aluno do 2º ano teve seu rosto atingido por veneno de cobra, e teve de ser imediatamente levado ao hospital. Os pais, revoltados, estão ameaçando queimar a escola.

O ataque ocorreu nesta quinta-feira (24), quatro dias após os pais terem ido até a escola para discutir o problema relacionado a cobras, que estavam "invadindo" a escola e ameaçando os alunos, comunicou a edição Times Live

O diretor da escola, Gift Gaysman, afirmou: "As cobras então vindo de uma propriedade mal cuidada que fica ao lado da escola. Na reunião que tivemos, fomos avisados de que o município se encarregaria de limpá-la, e também multariam o dono, mas, obviamente, isso não aconteceu." 

Cobra negra de barriga vermelha (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Cobra venenosa dá resposta inesperada a apanhador insistente (VÍDEO)
O diretor também disse que não houve outros ataques no estabelecimento, mas que, por conta do calor, as cobras acabam se acomodando no prédio. Além disso, muitos pais têm protestado quanto a esse problema ao longo das últimas semanas. 

A notícia do ataque rapidamente se espalhou, deixando os pais ainda mais revoltados.

"A notícia do ataque viralizou, e os pais vieram rapidamente à escola. Eles estavam queimando pneus, a rua estava interditada, e eu ouvi dizer que eles pretendem queimar a escola hoje à noite", declarou o diretor. 

Kwazi Mthethwa, porta-voz da Secretaria da Educação de KwaZulu-Natal, afirmou que desconhecem o incidente, mas avisaram que aqueles que estiverem usando meios violentos de protestos, sofrerão as consequências da lei.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала