Pentágono: militares norte-coreanos ainda são ameaça ao Nordeste da Ásia e forças dos EUA

© AP Photo / Jon Chol JinMilitares norte-coreanos na Praça de Kim Il-sung em Pyongyang, Coreia do Norte (foto de arquivo)
Militares norte-coreanos na Praça de Kim Il-sung em Pyongyang, Coreia do Norte (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os militares da Coreia do Norte representam uma ameaça cada vez maior ao Nordeste da Ásia e às forças dos EUA apesar dos desafios e deficiências internas do país.

Essa é a conclusão do relatório do Departamento da Defesa apresentado no Congresso, que foi vazado na terça-feira (22).

Marinha norte-americana durante exercícios conjuntos dos EUA e Coreia do Sul em Pohang - Sputnik Brasil
EUA não descartam opção militar na questão da Coreia do Norte
"Os militares norte-coreanos representam uma ameaça séria e crescente ao Nordeste da Ásia, forças dos EUA na região e ao mundo", diz-se no relatório, intitulado Desenvolvimentos Militares e de Segurança Envolvendo a Coreia do Norte 2017.

O Exército Popular da Coreia (KPA na sigla em inglês) tem mais de um milhão de efetivos, sendo o quarto maior exército do mundo. Cerca de 70% das forças terrestres de Pyongyang e 50% das forças navais e aéreas são posicionadas à distância de mais ou menos 96 quilômetros da zona desmilitarizada, ressalta o relatório.

Em 2016, Pyongyang divulgou os testes do novo míssil balístico de curto alcance KN-SS-X-9, que, se for posicionado, aumentaria o alcance da artilharia até Garrison Humphreys, local atual do Estado-Maior General do 8º Exército dos EUA e futuro lugar do Estado-Maior General conjunto com a Coreia do Sul.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала