Que formas de vida poderiam habitar em outros planetas do nosso Sistema Solar? (FOTOS)

CC0 / Pixabay / Uma extraterrestre (ilustração artística)
Uma extraterrestre (ilustração artística) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os astrobiólogos propõem buscar sinais de vida nos planetas e satélites próximos da Terra. Em Vénus e Marte, nos satélites Encélado ou Europa existem zonas que podem abrigar formas de vida. A Sputnik conta onde é mais provável encontrar criaturas extraterrestres no Sistema Solar.

Atmosfera de Vénus

Os cientistas britânicos acham que a 51-65 quilômetros acima da superfície de Vénus o espaço pode ser habitável. A temperatura lá varia de 20 graus negativos até 65 graus positivos, e a atmosfera consiste de vapores de água ricos em aerossóis de ácido sulfúrico. Em tais condições podem sobreviver bactérias, tais como archaea Picrophilus que habita nas águas da ilha Hokkaido.

Exoplaneta (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Astrônomos: humanidade já tem método acessível para buscar civilizações extraterrestres
Na Terra elas habitam em lugares como o solo perenemente congelado, fontes subterrâneas quentes, etc.

O campo magnético fraco não protege Vénus do fluxo de partículas de irradiação galáctica. As erupções solares lá são mais perigosas do que na Terra, cuja órbita fica mais longe. No entanto, a atmosfera de Vénus é mais densa do que a terrestre e retém melhor a radiação.

Os cientistas acham que não há chances de sobreviver em Vénus. Para eles, a vida só poderia existir acima da superfície do planeta, na atmosfera.

© Foto / Wurch et al./Nature Communications 2016A Archaea Nanopusillus acidilobi vive em águas quentes do parque Yellowstone, EUA
A Archaea Nanopusillus acidilobi vive em águas quentes do parque Yellowstone, EUA - Sputnik Brasil
A Archaea Nanopusillus acidilobi vive em águas quentes do parque Yellowstone, EUA

Oceano subterrâneo de Marte

Muitos especialistas acham que Marte e a Terra foram parecidos e igualmente ricos em água três ou quatro bilhões de anos atrás. Mas, em comparação com a Terra, o clima de Marte era frio.

Meteorito se aproximando da Terra - Sputnik Brasil
Há sinais de vida extraterrestre em meteoritos? Cientistas russos respondem
No entanto, os cientistas da NASA creem que o Planeta Vermelho poderia ter abrigado formas de vida. A descoberta de sedimentos na cratera de Gale parecidos com os que se formam em geiseres, inspirou os apoiadores da teoria de que os cometas trouxeram a vida para a Terra.

O fato de os oceanos e lagos secarem não significa o fim da vida. Sabe-se que alguns seres conseguem obter água da atmosfera ou do solo. Além disso, em Marte há cinco milhões de anos havia condições para a existência de vida.

Agora as capas de gelo de Marte não derretem, mas cinco milhões de anos atrás lembravam a Antártida. O análogo mais próximo do polo sul de Marte são as rochas de University Valley, no sul da Antártida, onde foram encontrados microorganismos. Os cientistas conseguiram reanimar posteriormente alguns deles.

© Foto / CDC/Sherry Brinkman/Domínio públicoFungos Chaetothyriales encontrados na University Valley
Fungos Chaetothyriales encontrados na University Valley - Sputnik Brasil
Fungos Chaetothyriales encontrados na University Valley

Oceano congelado na órbita de Saturno

O sexto maior satélite de Saturno, Encélado, está coberto por uma camada de gelo com a espessura de 40 quilômetros. Em 2011, a sonda Cassini registrou no polo sul de Encélado sinais de água, sal de sódio, amoníaco e gás carbônico. Isto fez com que os cientistas pensassem que o satélite oculta um oceano salgado, quer dizer que tem suas próprias fontes de calor e algumas estimativas afirmam que pode alcançar a temperatura até 26 graus Celcius, enquanto a temperatura na sua superfície pode atingir 170 graus negativos.

Extraterrestre - Sputnik Brasil
Confira 5 histórias mais misteriosas sobre OVNIs e ETs no Reino Unido
Um oceano quente protegido da radiação por uma grossa capa de gelo é o lugar ideal para o surgimento de formas de vida. A única desvantagem deste lugar é a ausência de luz, mas não é muito sério já que muitos grupos de micróbios vivem na escuridão total, como organotrofos.

Outro argumento a favor da possível existência de vida no oceano deste satélite de Saturno é o lago Untersee, que tem condições semelhantes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала