Baratas podem ser a solução para os problemas ecológicos do planeta

© Sputnik / Ratushenko / Abrir o banco de imagensBaratas
Baratas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um fazendeiro chinês está criando 300 milhões de baratas para consumir lixo. Em um dia, as baratas consomem 15 toneladas de resíduos, um quarto do lixo produzido pelo distrito de Zhangqiu, na província de Henan, onde vive o agricultor. Estaria a humanidade pronta para superar o preconceito contra os insetos para salvar o planeta?

Como disse o jornal South China Morning Post, Li Yanrong deixou o seu antigo emprego para construir uma fazenda de baratas num curioso sistema de eliminação de resíduos orgânicos.

Mergulhador mostra poluição marinha por lixo nas águas da Indonésia - Sputnik Brasil
Mergulhador mostra poluição marinha por lixo nas águas da Indonésia
Yanrong disse que o uso de milhões de baratas com fome pode eliminar muito lixo, porque "elas não tem medo de nada. "Elas encaram o suave, o duro, o amargo, o doce, ou o picante". 

Elas comem tudo.

Este agricultor passou sete anos criando baratas, até perceber que eles são capazes de se alimentar de resíduos, digerir e excretar as toxinas de elementos tóxicos como o zinco ou ferro. É um processo muito mais ecológico do que a fermentação tradicional, um método mais caro, ineficiente e poluente.

De acordo com o jornal, Yanrong pretende criar 4 bilhões de baratas para processar 200 toneladas de comida por dia. Isso seria suficiente para processar todos os alimentos que o seu distrito e as cidades vizinhas geram diariamente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала