Tribunal dos EUA ordena que Irã indenize famílias de vítimas do 11 de setembro

© AP Photo / Marty LederhandlerAtentado de 11 de setembro em Nova York
Atentado de 11 de setembro em Nova York - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O tribunal norte-americano ordenou que o Irã pagasse bilhões de dólares de indenizações aos membros das famílias de vítimas dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.

De acordo com a decisão do tribunal, a República Islâmica do Irã, o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica e o Banco Central do Irã foram considerados culpados pela morte de 1.008 pessoas, por isso as autoridades do Irã devem pagar indenização aos membros das famílias das vítimas do ataque, informou a edição The Hill.

O valor da compensação se difere dependendo do grau de parentesco: 12,5 milhões de dólares (R$ 40 milhões) aos cônjuges; 8,5 milhões de dólares (R$ 27 bilhões) a pais e filhos e 4,25 milhões (R$ 13,5 milhões) aos irmãos.

Sarah Huckabee Sanders, secretária de Imprensa da Casa Branca, durante coletiva de imprensa em Washington - Sputnik Brasil
Capacidade nuclear do Irã era mais avançada do que Teerã admitiu, diz Casa Branca
Embora a comissão especial de investigação do atentado não tenha encontrado provas diretas da participação do Irã nos ataques terroristas, o tribunal em Nova York considerou suficientes os argumentos que Teerã alegadamente patrocinou a Al-Qaeda (organização terrorista proibida na Rússia).

Os membros das famílias das vítimas dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 entraram com um processo contra o governo do Irã em 2004.

Segundo a edição, Teerã não pagaria as indenizações determinadas pelo tribunal norte-americano. Entretanto, a decisão permitirá que as famílias das vítimas recebam uma parte dos fundos apreendidos das contas das empresas e cidadãos iranianos pelos EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала