Ministério Público peruano investiga empresário ligado à Odebrecht

Nos siga noTelegram
O Ministério Público do Peru realizou buscas em três prédios do empresário Gustavo Salazar, no âmbito da investigação de supostos subornos da Odebrecht para a construção de uma rodovia no departamento de Cusco.

A acusação citou endereços de empresas Salazar, particularmente a sociedade Wincel S.A, através da qual Salazar teria recebido subornos da Odebrecht em conluio com o presidente da região, Jorge Acurio entre 2011 e 2013.

O presidente do Peru, Martin Vizcarra, acena antes de seguir para a residência presidencial. Ele assumiu a presidência após a renúncia de seu antecessor, Pedro Pablo Kuczynski. - Sputnik Brasil
Martin Vizcarra assume presidência do Peru e promete combater corrupção
Salazar está sendo investigado por ter recebido, através Wincel S.A, subornos no valor de três milhões de dólares da empreiteira do Brasil, à qual foi concedida a execução da referida estrada.

Atualmente, Salazar é um fugitivo nos Estados Unidos depois de ser condenado à prisão preventiva.

Os tramites para sua extradição estão estão sendo realizados pela justiça peruana.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала