Rússia: Londres está conduzindo campanha de propaganda antirrussa

© AFP 2022 / Stefan RousseauChanceler britânico, Boris Johnson, na Praça Vermelha em Moscou, durante visita oficial em 22 de dezembro de 2017
Chanceler britânico, Boris Johnson, na Praça Vermelha em Moscou, durante visita oficial em 22 de dezembro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As autoridades britânicas estão conduzindo uma campanha de propaganda massiva contra a Rússia, recorrendo para isso à imprensa e colaborando com a distorção da realidade, declarou nesta quinta-feira a representante oficial do ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova.

"Essa campanha de propaganda massificada mobiliza todos os tipos e meios de informação e comunicação e massa e se adéqua perfeitamente à estratégia antirrussa da Grã-Bretanha. As autoridades desse país literalmente iniciaram uma campanha de distorção da realidade", afirmou Zakharova durante um briefing.

"Foram mobilizadas todas as forças e todos os meios da arte da propaganda. Faz tempo que não nós deparamos com uma campanha tão óbvia e mal costurada. Pelo menos no que diz respeito ao volume e à falta de princípios nas ações", destacou a representante oficial do ministério das Relações Exteriores da Rússia.

Willy Wimmer - Sputnik Brasil
Ex-dirigente da OSCE: Grã-Bretanha se comporta como 'Estado mafioso' em relação à Rússia
No dia 4 de março, o ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia foram encontrados sem sentidos no centro da cidade britânica de Slisbury. Apesar de não apresentar provas, Londres afirma que os dois foram envenenados por ordem de Moscou.

Em "retaliação", Grã-Bretanha expulsou 23 diplomatas russos do país, no que foram seguidos, em sinal de "solidariedade", por mais 16 países da UE, bem como por EUA, Canadá, Noruega, Austrália, Moldávia, Albânia, Macedônia e Ucrânia. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала