Às vésperas do pleito presidencial, EUA exigem reforma eleitoral em Cuba

© REUTERS / Ueslei MarcelinoEric, de 3 anos, posa para foto em frente às bandeiras de Cuba em EUA em Havana.
Eric, de 3 anos, posa para foto em frente às bandeiras de Cuba em EUA em Havana. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos estão cobrando de Cuba uma reforma em seu processo eleitoral antes da votação da próxima semana para escolher o próximo presidente do país, disse Heather Nauert, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA.

“À luz da transição antidemocrática da liderança, que acontece em 19 de abril em Cuba, o secretário interino [John] Sullivan reafirmou o apoio ao povo cubano e o apelo por reformas democráticas no processo eleitoral irregular de Cuba e o fim da detenção arbitrária e da intimidação da sociedade civil independente", afirmou Heather Nauert.

Radar (imagem referencial) - Sputnik Brasil
'Olhos' russos no hemisfério ocidental: conseguirá Moscou reabrir sua base em Cuba?
A declaração foi emitida nesta quinta-feira (12), depois que o secretário de Estado dos EUA em exercício, John Sullivan e Mark Green, administrador da Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (USAID, na sigla em inglês), se reuniram com membros independentes da sociedade civil em Cuba na capital do Peru, Lima.

Em 19 de abril, a nova Assembleia Nacional de Cuba escolherá um novo Conselho de Estado, que então escolherá um novo chefe de Estado para substituir Raul Castro.

Castro se tornou o chefe do Estado cubano em 2008, depois de servir como presidente interino do Conselho de Estado cubano por dois anos após a renúncia de seu irmão mais velho, o líder revolucionário Fidel Castro. 

Em dezembro do ano passado, Raul Castro confirmou que não buscaria a reeleição e renunciaria ao cargo em abril deste ano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала