Rússia: terroristas não poderão mais atacar Damasco a partir de Ghouta Oriental

© Sputnik / Mikhail Voskresenskii / Abrir o banco de imagensDamasco, Síria
Damasco, Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os terroristas não têm mais a possibilidade de realizar ataques de morteiros contra a capital da Síria a partir dos subúrbios de Ghouta Oriental, onde ficavam baseadas as principais forças dos seus combatentes, informou nesta quarta-feira o vice-comandante em chefe do Exército da Rússia, tenente-general Sergei Kuralenko.

"Pela primeira vez, desde 2012, as forças governamentais entraram em Jobar e Kharasta (localidades em Ghouta Oriental). A possibilidade de ataques de morteiro contra Damasco foi completamente liquidada", disse o militar durante a conferência de segurança internacional de Moscou. 

Soldados russos em uma zona onde jornalistas estão à espera de um comboio regressando de Ghouta Oriental - Sputnik Brasil
Mais de 40 mil terroristas com respectivas famílias foram evacuados de Ghouta Oriental
Segundo o general, desde 27 de fevereiro está em curso "uma operação humanitária sem precedentes" para evacuar a população de Ghouta Otiental, que estava sendo mantida na região pelos terroristas.

Além disso, durante esse período, mais de 17,4 mil terroristas foram transferidos de Ghouta Oriental para Idlib, através dos corredores humanitários e sob a supervisão da Polícia Militar do exército russo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала