Theresa May diz que Rússia 'tinha motivo e intenções' de envenenar ex-espião

© REUTERS / Toby MelvillePolícia britânica na área interditada, onde o ex-espião Sergei Skripal foi encontrado com sintomas de envenenamento
Polícia britânica na área interditada, onde o ex-espião Sergei Skripal foi encontrado com sintomas de envenenamento - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A primeira-ministra Theresa May disse que era "altamente provável" que Moscou estivesse por trás do envenenamento do ex-oficial de inteligência russo Sergei Skripal.

Policiais investigando o caso do ex-espião russo Sergei Skripal, em Salisbury (Inglaterra), 13 de março de 2018 - Sputnik Brasil
Revelado possível método de envenenamento do ex-espião russo Skripal
"Estou convencida de que as informações que nós temos mostram que não há outra conclusão que não seja de que a Rússia é culpada pelo o que aconteceu nas ruas de Salisbury", disse May.

A declaração da primeira-ministra foi feita exatamente um dia após Putin classificar as alegações de que a Rússia estava envolvida no envenenamento.

No início do dia, o porta-voz da presidência, Dmitry Peskov, afirmou que uma conversa telefônica entre o presidente russo e a primeira-ministra britânica ainda não havia sido  marcada.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала