Comportamento de Pompeo em relação à América Latina estará na mira da Rússia

Nos siga noTelegram
Rússia irá observar atentamente os passos que serão dados pelos EUA em relação aos países da América Latina após a nomeação de Mike Pompeo para o cargo de secretário de Estado, afirmou nesta quinta-feira (15) o diretor para assuntos da América Latina do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Aleksander Shchetinin.

Presidente dos EUA, Donald Trump, em discurso em Nova York. 9 de novembro de 2016 - Sputnik Brasil
Trump confirma viagem oficial à América Latina
Quando perguntado se Moscou espera alterações no rumo dos EUA, depois da mudança na chefia do Departamento no Estado, em relação aos países da região, especialmente a Cuba, Shchetinin respondeu:

"Já vimos tudo o que foi dito em relação a Cuba, nós fizemos declarações sobre como avaliamos a atual política norte-americana anunciada pelo anterior secretário de Estado. Vamos ver o que senhor Pompeo vai dizer."

"Acreditamos que a linha que for seguida pelos EUA é importante para os países latino-americanos. Contudo, essa linha não deve ter origem na Doutrina Monroe", frisou o diplomata.

Presidente Michel Temer cumprimenta o presidente Vladimir Putin durante viagem a Moscou - Sputnik Brasil
Aproximação da Rússia com América Latina reforça tese de novo mundo multipolar
"O mundo mudou, talvez os conceitos devam mudar também", concluiu.

Além disso, Aleksander Shchetinin assegurou que a América Latina é capaz de resolver seus problemas sozinha.

"Acredito que os latino-americanos são capazes de resolver os seus problemas de forma autônoma, sem qualquer interferência externa […] Nós estamos interessados em ver uma América Latina forte", assinalou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала