Estudantes nos EUA realizam protesto histórico pelo endurecimento no controle de armas

© REUTERS / Rick WilkingEstudante na Columbine High School em protesto durante o National Walkout Day, pelo controle de armas.
Estudante na Columbine High School em protesto durante o National Walkout Day, pelo controle de armas. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em um movimento sem precedentes na história dos Estados Unidos, milhares de estudantes deixaram suas salas de aula nesta quarta para protestar pelo endurecimento do controle de armas no país. Manifestação foi motivada por ataque em escola na Flórida que deixou 17 mortos no ano passado.

Foram quase 3 mil protestos em todo o país, com a participação de estudantes do nível primário ao superior. Em estados como Ohio e Geórgia, os estudantes foram pessoalmente até a representação dos políticos estaduais exigir a mudança.

​As manifestações foram organizadas e apoiadas pelo Empower, a ala mais jovem que anualmente realiza a Marcha das Mulheres, responsável por levar milhares de pessoas às ruas de Washington dias depois da posse de Donald Trump. O grupo pediu aos alunos que deixassem as salas de aula às 10h em todo o país e permanecessem fora por 17 minutos, um para cada vítima do tiroteio.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала