Rússia e União Africana anunciam cooperação anti-terrorismo

© AP Photo / Mulugeta AyeneMinistro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, à esquerda, e o presidente da Comissão da União Africa, Moussa Faki Mahamat, apertam as mãos após encontro na sexta-feira, 9 de março de 2018, na capital da Eitópia e sede da União Africana, em Addis Ababa.
Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, à esquerda, e o presidente da Comissão da União Africa, Moussa Faki Mahamat, apertam as mãos após encontro na sexta-feira, 9 de março de 2018, na capital da Eitópia e sede da União Africana, em Addis Ababa. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia e a União Africana concordaram em intensificar a cooperação na luta contra o terrorismo. A informação foi divulgada por meio de comunicado conjunto assinado pelo ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat.

O comunicado divulgado à imprensa nesta sexta-feira (9) informa que:

"Os lados concordaram em intensificar a cooperação na luta contra o terrorismo, contra o tráfico de drogas e o crime organizado através do intercâmbio de experiências, informações e capacitação no âmbito da cooperação entre as agências relevantes", diz o documento, conforme divulgado pelo site do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

Além disso, o lado russo confirmou a prontidão para fornecer à União Africana uma lista de terroristas estrangeiros que ajudarão os Estados membros da União Africana na luta contra o terrorismo.

Coletiva de imprensa com o Ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov - Sputnik Brasil
Rússia e Moçambique firmam parceria de cooperação econômica
Lavrov também expressou o interesse da Rússia em obter o status de observador no Mecanismo de Cooperação Policial da União Africana (AFRIPOL, na sigla em inglês).

A União Africana reúne todos os 54 países da África e é umas das maiores organizações continentais do mundo. Um de seus maiores desafios tem sido a luta contra organizações teorristas em países como a Nigéria, a Somália, a Líbia e o Sudão do Sul.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала