Agência de Inteligência dos EUA espera postura mais forte da Rússia na Ásia Central

© AFP 2022 / Yuri KadobnovVladimir Putin fala à Assembleia Federal da Rússia em 1 de março de 2018
Vladimir Putin fala à Assembleia Federal da Rússia em 1 de março de 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Agência de Inteligência dos Estados Unidos espera que a Rússia tenha uma posição mais forte na Ásia Central devido às ameaças do Daesh no Afeganistão, conforme disse Daniel Coats, diretor de Inteligência Nacional estadunidense.

Soldados norte-americanos e sul-coreanos durante os exercícicos na Coreia do Sul - Sputnik Brasil
EUA planejam aumentar sua presença militar na Ásia, frente à ameaça chinesa
"A Rússia pressionará os líderes da Ásia Central a reduzir o envolvimento com Washington e apoiar iniciativas econômicas e de segurança lideradas pela Rússia, enquanto as preocupações com o ISIS no Afeganistão irão pressionar Moscou para fortalecer sua postura de segurança na região", afirmou.

Coats enfatizou que uma má governança e dificuldades econômicas são elementos que podem levar a uma radicalização na região.

Ele ainda incluiu que isso pode significar uma ameaça séria não somente à Ásia Central, mas também para o Oeste, como até mesmo a Rússia e outros países para onde muitos asiáticos centrais viajam para encontrar trabalho.

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала