Cientistas advertem: carro Tesla de Elon Musk pode destruir vida em Marte

© REUTERS / SpaceXCarro Tesla Roadster voando no espaço após ter sido lançado pelo foguete Falcon Heavy da empresa espacial SpaceX
Carro Tesla Roadster voando no espaço após ter sido lançado pelo foguete Falcon Heavy da empresa espacial SpaceX - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Se o carro Tesla Rodster lançado ao espaço pela empresa espacial SpaceX colidir com Marte, pode contaminar o planeta com bactérias terrestres, representando uma possível ameaça à vida ecológica do Planeta Vermelho, advertiram cientistas norte-americanos.

SpaceX Lança foguete Falcon Heavy com o carro Tesla Roadster - Sputnik Brasil
Retorna ou cai? Astrônomos avaliam chances de queda do carro Tesla na Terra
Neste mês, a empresa espacial SpaceX fundada pelo empreendedor Elon Musk, lançou o primeiro "automóvel espacial" Tesla, em direção a Marte. Segundo cientistas canadenses, o carro do empreendedor realmente se aproximará do Planeta Vermelho, contudo não se tornará seu satélite.

No entanto, especialista da Universidade de Purdue (EUA), advertem que o carro tem a possibilidade de destruir a vida em Marte.

Segundo explica o relatório, a NASA entende que bactérias terrestres podem ameaçar a vida de outros planetas, por isso veículos espaciais lançados em direção à Lua ou Marte são sempre esterilizados.Entretanto, o tesla não passou por tal tratamento, sublinham cientistas estadunidenses. 

"Se em Marte existe vida, então ela corre o risco de ser contaminada por organismos terrestre […] Será que os representantes terrestres são mais adaptáveis e conquistarão Marte, contaminando o planeta de maneira que não saibamos como foi sua vida original? Ou será que eles não podem se adaptar melhor do que os organismos marcianos? Não sabemos", afirmou o especialista em estudos planetários, Jay Melosh.

Os especialistas lembram que temperaturas extremas, pressão baixa e radiação fazem com que o espaço sideral seja inapropriado para organismos vivos. Porém, tais condições severas nem sempre os matam — algumas bactérias, enquanto no vácuo, hibernam até encontrarem condições favoráveis.

Anteriormente, cientistas predisseram que o Tesla se aproximará do Planeta Vermelho já neste ano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала