Exorcismo está em alta no Vaticano

© AP Photo / Emilio MorenattiPadre reza dentro da Igreja de Santo Inácio de Loyola, em Roma, 14 de março de 2013
Padre reza dentro da Igreja de Santo Inácio de Loyola, em Roma, 14 de março de 2013 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em abril desse ano, sacerdotes católicos de Roma poderão fazer o curso de exorcismo. A demanda pelo ritual de esconjuração aumentou em três vezes na Itália. Pelo visto, o medo do demônio também chegou até à França.

Segundo o representante do serviço de exorcismo da diocese de Paris, eles recebem muitas chamadas, mas o tempo de espera para a reunião com o exorcista (a diocese tem dois exorcistas), pode ultrapassar duas semanas e meia após o primeiro contato. No entanto, não é em todos os casos que o ritual exorcista acontece.

Olho feminino (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Norte-americana arranca seus próprios olhos em frente a uma igreja
"As pessoas precisam de oração, benção, libertação, cura e, felizmente, nem sempre de exorcismo. Acontece que, às vezes, as pessoas não se sentem bem. Há poucos padres, por isso não sobra muito tempo para ouvi-las. A reforma do sistema de saúde pública obrigou os médicos a reduzirem o período de atendimento e eles também não têm tempo para ouvir as pessoas […] Somos responsáveis pelo o que acontece conosco. No entanto, é muito mais fácil culpar o diabo por todos os problemas", disse. 

A diocese está preocupada com as práticas "duvidosas" introduzidas por sacerdotes impostores que anunciam seus serviços pela Internet.

"Recebemos pessoas endividadas que pegaram dinheiro emprestado para pagarem serviços de exorcismo! A igreja católica faz isso sem cobrar nada".

Patriarca Kirill, chefe da Igreja Ortodoxa Russa - Sputnik Brasil
Patriarca da Igreja Ortodoxa Russa revela quando o 'fim do mundo' vai chegar
A edição britânica The Economist, informou que o aumento da demanda por serviços de "charlatões" deve-se em parte à ausência de atenção da Igreja Católica e do Vaticano à realização da prática exorcista.

Entretanto, o representante da diocese de Paris não concorda com essa afirmação.

"A igreja tem prestado atenção a isso! Nunca recusa suas obrigações. A igreja sempre fez isso, mesmo que não falem a respeito disso", apontou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала